Foto: Divulgação/MDR

MDR debate introdução de ônibus movidos a eletricidade às frotas de transporte público

Ação é parte de iniciativa financiada pelo Banco Mundial, por meio do projeto EletroMobilidade: transição para a eletromobilidade nas cidades brasileiras

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), promoveu, nesta quarta-feira (8), o primeiro de uma série de dois seminários voltados a discutir a implementação de frotas de transporte público coletivo movidas a eletricidade. A ação faz parte do projeto “EletroMobilidade: transição para a eletromobilidade nas cidades brasileiras”.

A secretária nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano do MDR, Sandra Holanda, participou da abertura do evento e destacou a importância desse debate para melhorar a mobilidade nas cidades do País e, também, apoiar a agenda ambiental.

“Essa iniciativa é fundamental para que consigamos avançar nessa pauta da eletromobilidade, que é totalmente vinculada à sustentabilidade ambiental e à melhoria na qualidade das cidades”, afirmou Sandra.

O projeto “EletroMobilidade: transição para a eletromobilidade nas cidades brasileiras” é financiado pelo Fundo de Tecnologia Limpa do Climate Investment Fund (CIF), administrado pelo Banco Mundial. Ele é executado pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) e tem o MDR como o principal beneficiário da ação.

Os objetivos da ação estão centrados na melhoria do conhecimento técnico, financeiro e institucional dos órgãos governamentais nas diversas esferas, além de apoiar a preparação de projetos-piloto de ônibus elétricos em cidades brasileiras. As primeiras propostas-teste para a implementação de frota movida por energia elétrica deverão ser implementadas em Belo Horizonte (MG) e Fortaleza (CE).

“Como toda transformação, ela é disruptiva. Há potencial, então, para todos os governos, em seus diversos níveis de capacidade, se envolverem com eletromobilidade. E o mercado tem sido bastante sustentado por iniciativas governamentais de fomento ao uso dessa matriz na mobilidade urbana. E é importante a participação do Governo Federal para trazer essa visão mais ampla”, afirmou a representante do Banco Mundial no debate, Aline Eloyse Lang.

Troca de conhecimento

Durante o debate, foram apresentadas ações já em andamento nas cidades de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e São José dos Campos (SP) para a implementação de frotas de ônibus movidos a eletricidade. Foram compartilhados desafios e métodos para a incorporação dos veículos.

“A eletromobilidade é uma coisa nova e que já traz elementos de inovação. O MDR está à disposição de todos para avançarmos nesta questão. Mas é importante frisar que não há um modelo de negócio único para o Brasil. Cada cidade brasileira tem a sua realidade e os projetos terão que ser adequados às condições de cada uma delas”, apontou o diretor substituto de Planejamento Integrado e Ações Estratégicas do MDR, Fernando Araldi.

Próxima etapa

O segundo seminário do projeto está marcado para o dia 21 deste mês, quando serão debatidas as perspectivas de financiamento da eletromobilidade no Brasil.  Toda a programação será transmitida pelo canal do Ministério do Desenvolvimento Regional no YouTube.

Confira no vídeo abaixo a íntegra do debate:



Fonte: Brasil 61


O que achou desta notícia?