Oportunidade para Juventude: Governo amplia vagas para estágios remunerados

O programa contempla estudantes dos ensinos médio, técnico, superior e da Educação de Jovens e Adultos. Confira como se candidatar.

Nesta quinta-feira, 9, o Governo do Amapá efetivou a ampliação do Programa de Estágios Supervisionados, com mais oportunidades para jovens que buscam a inserção no mercado de trabalho.

Com a ampliação, até 526 estudantes poderão ter a experiência de estagiar na administração pública estadual, atualmente, esse número é de 310 estagiários, de acordo com a Escola de Administração Pública (EAP), que coordena o programa.

O Governo do Amapá investe mais de R$5 milhões na ampliação. Além da bolsa remunerada, os beneficiados recebem auxílio transporte e têm seguro de vida.

Confira os valores das bolsas: 



“O Estado implementou esse programa para inserir esses jovens no mercado de trabalho. Esse é o grande legado que nós vamos deixar para eles, que é o conhecimento”, ressaltou a diretora-presidente da EAP, Ariadne Alencar.
Histórico

Para assegurar a ampliação do programa, o governador, Waldez Góes, sancionou, em abril de 2022, a Lei Estadual nº 2.657. Ela estabelece as políticas consolidadas para a execução das atividades do Programa de Estágios em órgãos públicos.

Como participar?

Podem se candidatar, estudantes matriculados e com frequência regular nos ensinos médio, técnico, superior ou na Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Os estudantes interessados em participar devem se cadastrar para inclusão no banco de dados do Instituto Inova - Estágio e Aprendiz, que é agente de integração entre candidatos e a EAP.

O cadastro pode ser feito de forma presencial, no instituto, que fica na Avenida Antônio Coelho de Carvalho,1801, no bairro Santa Rita, em Macapá. Outra opção é enviar o currículo para o email institutoinova.curriculo@gmail.com. É preciso anexar ao email o RG, o CPF, o comprovante de residência e a declaração escolar atualizada  - todos em um único arquivo em PDF.

O processo de seleção depende da necessidade de demanda de cada órgão da administração pública. Assim que o órgão governamental abre a oportunidade de vagas, a EAP fará contato com o agente de integração que, por sua vez, encaminha candidatos aptos à vaga para participar de um processo seletivo. Após esse processo, é formalizado um termo de compromisso entre o órgão, a EAP, a instituição de ensino e o agente de integração.

 

 

Por: Sávio Almeida


O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos