Feirão do Povo será realizado pela primeira vez na zona norte de Macapá

Edição especial em homenagem ao Dia do Marabaixo será sábado, 18 de junho, na praça do bairro Jardim Felicidade I.

No próximo dia 18 de junho, a Prefeitura de Macapá realiza um novo Feirão do Povo, que pela primeira vez acontecerá na zona norte da capital, na praça do bairro Jardim Felicidade I, localizada na entrada da Rodovia do Curiaú. Serão cerca de 13 horas de programação em homenagem ao Dia do Marabaixo, celebrado em 16 de junho.

A edição especial terá feiras com produtos da agricultura familiar, como hortaliças, pimentas, pães, farinha e plantas ornamentais e medicinais, além da participação do programa Peixe Vivo, com as espécies de Pirapitinga e Tambaqui a R$ 15 reais o quilo. Ao todo, serão beneficiados 140 empreendedores, sendo 60 levados pelo Município e 80 que já trabalham na praça.

No Feirão, também serão ofertadas peças artesanais, da economia criativa e pratos típicos da gastronomia nortista. Haverá ainda uma programação cultural com apresentações de grupos tradicionais do Marabaixo, zumba, desfile de moda, massoterapia, serviços do Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram), além de shows com artistas locais.

Essa será a terceira edição do Feirão realizada pela Prefeitura de Macapá | Foto: Arquivo/PMM

 

“Mais uma vez estamos preparando esse lindo evento que é o Feirão do Povo, com uma variedade do melhor que temos em agricultura familiar e cultura. É uma iniciativa que fomenta e muito a economia de Macapá e que pela primeira vez acontecerá na zona norte da cidade”, afirmou o secretário municipal de Agricultura (Semag), Raimundo Costa.

As duas edições anteriores foram realizadas no Dia do Artesão (19 de março) e Dia do Trabalhador (1º de maio). Somente no evento mais recente, aproximadamente de R$ 46 mil foram movimentados pelos empreendedores e mais de 8 mil pessoas participaram do evento.

Além da Semag, o novo Feirão do Povo conta com a realização da vice-prefeitura de Macapá, secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Semtradi), Iluminação Pública (Semip), de Obras e Infraestrutura (Semob), Direitos Humanos (SemDH) e Zeladoria Urbana.

Também participarão a Fundação Municipal de Cultura (Fumcult), os institutos municipais de Turismo (MacapaTur) e de Promoção da Igualdade Racial (Improir), a Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) e a Guarda Civil Municipal de Macapá (GCMM), além da Polícia Militar do Amapá (PM/AP).

 

Por Joyce Batista 


O que achou desta notícia?