Feirão do Povo terá orientação jurídica e assistencial para mulheres

Programação acontece neste sábado (18) na praça do bairro Jardim Felicidade I.

Neste sábado (18), acontece a 3ª edição do Feirão do Povo na praça do bairro Jardim Felicidade I, das 8h às 21h. Para complementar a programação, a equipe do Centro de Referência e Atendimento à Mulher realizará diversas atividades para o público feminino, entre elas, orientação jurídica e assistência.

“O atendimento é direcionado às mulheres, principalmente, as que sofrem violência doméstica. O Cram atua no apoio e assistência, inclusive, neste dia estaremos celebrando os dez anos de existência do centro. Então, será também um momento de mostrar e reforçar a importância dos serviços ofertados”, ressalta a coordenadora municipal de Políticas para Mulheres, Mara Pereira.

A equipe do centro também estará realizando panfletagem com informações dos direitos das mulheres e tipos de violência. As mulheres que comparecerem no evento terão acesso a serviços de saúde e bem estar, como massoterapia, e aulas de zumba.

A edição também terá feiras com produtos da agricultura familiar, peças artesanais e da gastronomia nortista. Além de programação cultural com apresentação de grupos de Marabaixo, desfile de moda e show de artistas locais. Ao todo, serão beneficiados 140 empreendedores, sendo 60 levados pelo Município e 80 que já trabalham na praça.

Feirão do Povo reúne empreendedores de diversas áreas | Foto: arquivo/PMM

Cooperação
O evento é uma cooperação entre vice-prefeitura de Macapá, secretarias municipais de Agricultura (Semag), Desenvolvimento Econômico e Inovação (Semtradi), Iluminação Pública (Semip), de Obras e Infraestrutura (Semob), Direitos Humanos (SemDH) e Zeladoria Urbana.

Também participarão a Fundação Municipal de Cultura (Fumcult), os institutos municipais de Turismo (MacapaTur) e de Promoção da Igualdade Racial (Improir), a Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) e a Guarda Civil Municipal de Macapá (GCMM), além da Polícia Militar do Amapá (PM/AP).

Dez anos de Cram
Nos últimos dois anos, 2021 e 2022, o espaço realizou mais de 900 atendimentos, entre serviço de assistência social, orientações jurídicas e psicológicas. Também teve ações de valorização a vida, como rodas de conversa, autocuidado, defesa pessoal, empoderamento feminino e autoestima.  

O Cram está localizado na rua Odilardo Silva, 844, no bairro Laguinho, e funciona de segunda-feira à sexta-feira, de 08h às 18h. O atendimento pode ser feito de forma presencial direta ou agendada pelo contato (96) 98813 6949.  

 

Por Bruno Nascimento


O que achou desta notícia?