Secretária escolar de Macapá é indiciada por peculato

Segundo o delegado Leonardo Alves, a acusada se apropriou de um cartão de auxílio alimentação de um aluno e utilizou cerca de R$ 1.500 em benefício próprio.

A Polícia Civil do Amapá, por meio da 4ª Delegacia de Polícia da Capital, indiciou uma mulher de 42 anos de idade, pelo crime de peculato apropriação.

De acordo com o Delegado Leonardo Alves, a indiciada ocupava o cargo de Secretária Escolar e se apropriou de um cartão destinados às famílias de alunos matriculados em escolas municipais. Os valores foram disponibilizados no cartão através de um programa social criado pela Prefeitura de Macapá.

“A indiciada é servidora pública do município de Macapá, vinculada à Secretaria de Educação. Em janeiro do ano passado, a indiciada se apropriou e utilizou o cartão de auxílio alimentação concedido à família de um aluno matriculado na escola onde ela trabalhava. Quando a responsável do aluno foi à escola receber o cartão, acabou sendo surpreendida com a notícia de que o mesmo já havia sido entregue. A partir da denúncia do fato, investigamos e conseguimos identificar a servidora pública. Em interrogatório, ela confessou que se apropriou do cartão e que utilizou cerca de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais)”, destacou o Delegado.

O Delegado informou ainda que, caso a indiciada seja condenada pelo crime elucidado, pode ter uma pena de reclusão de dois a doze anos.

O inquérito policial foi concluído e encaminhado à Justiça.


O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos