SESI Amapá apoia a indústria com serviços e programas de prevenção a acidentes de trabalho


No Dia Nacional da Prevenção de Acidentes de Trabalho, o SESI Amapá ressalta a importância de apoiar a indústria do estado e os seus trabalhadores acerca da segurança no ambiente laboral. Com serviços prestados por meio do SESI Viva +, Programas Legais e serviços médicos ocupacionais, a instituição aproveita a ocasião para destacar o quanto é necessário cuidar e prevenir sinistros e valorizar o trabalhador.

Tornar a rotina dos colaboradores da indústria mais segura é dever da empresa, logo, a prevenção de acidentes que podem ser causados por fatores naturais ou por falta de medidas de proteção pode ser evitada com o auxílio de profissionais de segurança do trabalho. Por isso, é fundamental o uso correto de equipamentos de segurança, a realização de exames médicos periódicos e a implantação do Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR), entre outros, especialmente em ambientes

A conscientização dos profissionais e o esforço para aplicar medidas de segurança coletivas e individuais são as melhores medidas de prevenção. O engenheiro de Segurança do Trabalho do SESI, Marconi Cruz, explica que a simples adoção de hábitos pode garantir uma rotina melhor no local de trabalho. “Precisamos entender que ações, como até mesmo a data, podem despertar no empregador e no empregado que a saúde deve ser prioridade durante o expediente. Então é um dever de todas estas garantias”, detalha.

 Para o engenheiro, a data também marca a valorização da categoria. “Quando eu escolhi ser engenheiro de Segurança do Trabalho foi porque eu queria cuidar das pessoas e aqui no SESI, quando vamos atender alguma empresa é isso que eu sinto. Não estamos atendendo somente uma empresa, mas estamos garantindo que pais e mães possam voltar em segurança para a sua casa após o seu turno de trabalho”, completou.

Dia Nacional da Prevenção de Acidentes de Trabalho

O dia é comemorado a partir da publicação das portarias Nº 3236, que instituiu o Plano Nacional de Valorização do Trabalhador, e a Nº 3237, que versa sobre a obrigatoriedade dos serviços de medicina do trabalho e engenharia de segurança do trabalho em empresas em 27 de julho de 1972.

Veja fotos



O que achou desta notícia?