Amapá se destaca em números de prisões e em vítimas atendidas na operação Acalento do Ministério da Justiça

Com foco no combate a crimes contra crianças e adolescentes, o MJSP realizou no período de 30 dias a operação para repressão e combate a essa prática criminosa. O balanço geral mostra que o estado do Amapá se destacou regionalmente em prisões e em vítimas atendidas nesse período.

A região Norte prendeu 255 suspeitos de cometer crimes contra crianças e adolescentes durante 30 dias da Acalento - operação coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) com foco no combate a crimes contra crianças e adolescentes. Desse total, Amapá foi o estado que se destacou regionalmente em números de prisões, 107, e em vítimas atendidas, 768. A região Norte atendeu, no total, 2.310 vítimas de violência. É o terceiro maior número de vítimas atendidas em todo o país.

Além do Amapá, a atuação integrada das polícias civis de Roraima, Acre, Tocantins, Rondônia, Amazonas e Pará resultou na aplicação de 330 medidas protetivas solicitadas, ministração de 28 palestras e campanhas, 50 mandados de busca e apreensão e 51 menores apreendidos.

A Operação Acalento ocorreu no período de 13 a de junho a 13 de julho em 25 estados e no Distrito Federal, coordenada pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP) e executada pelas Polícias Civis dos estados e do DF. Teve como foco investigações de crimes contra crianças e adolescentes, como violência física, violência sexual, exploração, aliciamento, maus tratos, homicídios e outros, com a instauração de procedimentos policiais, cumprimento de mandados judiciais, ações preventivas com campanhas e palestras, entre outras atividades.

Mais informações e balanço geral.


O que achou desta notícia?