Samu recebeu mais de 5 mil trotes nos seis primeiros meses do ano

Diariamente, são mais de 30 chamadas desnecessárias para o número 192.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) registrou 5.380 trotes nos seis primeiros meses de 2022. Em média, o serviço atende três mil ligações mensais, sendo que 26% são trotes.

O Samu tem como objetivo atender situações de urgência e emergência, esse serviço registra entre 3.000 a 4.000 ligações mensais, em média a cada 10 ligações diárias, 3 são trotes.

De acordo com a direção do Samu, essas ligações atrapalham todos os dias essa prestação de serviço.

“Um trote pode causar a perda de uma vida, pois enquanto a unidade vai perder tempo em um pedido de ajuda que é uma brincadeira de mau gosto, ao mesmo tempo pode ter um cidadão que realmente está aguardando por socorro”, explica o diretor do Samu, Rildo Brito.

Ainda de acordo com os dados do Samu, a cada mês as ligações aumentam, em janeiro foram 786 trotes registrados e, em junho, esse número aumentou para 979. O mesmo aconteceu em 2021, no primeiro mês foram 626 trotes e em junho já eram 822 registros, nesse mesmo ano o serviço totalizou 10.094 pedidos de atendimento que eram falsos.

A direção do Samu ainda explica que são feitas várias perguntas durante a ligação, para de alguma forma filtrar as informações e se houver alguma contradição, já é possível identificar que é uma ocorrência falsa.

 

Atendimento

Ao ligar para 192 o serviço do Samu é acionado, as informações são coletadas e uma unidade móvel devidamente equipada segue para o local da emergência, com profissionais de saúde preparados para ocorrências como: envenenamento, desmaio, hemorragia, crises convulsivas, acidentes de trânsito, acidentes por arma de fogo ou arma branca, fraturas, dores repentinas no peito, ataques de animais, afogamento, queimaduras, entre outros.

 

Por Roberta Corrêa


O que achou desta notícia?