Foto: PF

Servidor público é preso, com R$ 27 mil e ‘santinhos’, suspeito de compra de votos

Após a ação do GTA, A Polícia Federal realizou o flagrante próximo ao conjunto Laurindo Banha

O Grupo Tático Aéreo (GTA), prendeu na tarde de ontem (30) próximo ao conjunto Laurindo Banha, um homem de 33 anos, funcionário público do SuperFácil, quando transportava em um carro, aproximadamente, 27 mil reais em espécie e diversos santinhos de candidatos ao cargo de deputado federal e à deputada estadual.

A Polícia Federal realizou o flagrante do homem por compra de votos, cujas penas podem chegar a 4 anos de reclusão, além do pagamento de multa.

Caso se comprove o envolvimento dos candidatos, poderá haver a perda do mandato caso eleitos.

Essa foi a segunda prisão suspeita de compra de votos, pela manhã a PF predeu um casal com R$ 11 mil e santinhos de candidatos a Estadual e Federal. A PF informou que a mulher presa é irmã de uma candidata.

Veja vídeo no Youtube, TikTok e Instagram.


O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos