Politec confirma para a família que corpo encontrado na segunda-feira (3) é do professor José Baia — Foto: Divulgação

Família é chamada para ajudar a identificar se corpo em matagal é de professor desaparecido no AP

Politec confirmou que corpo é de Josué Marques, de 46 anos, que sumiu em 25 de agosto. Cadáver foi achado em estado avançado de decomposição na segunda (3).

cadáver achado em estado avançado de decomposição na segunda-feira (3) num matagal de Macapá foi confirmado pela Polícia Científica (Politec) como sendo do professor e advogado Josué Marques, de 46 anos, desaparecido há mais um mês. A família, no entanto, afirma que vai pedir exame de DNA para saber se o corpo é mesmo dele.

Desaparecimento

Família ofereceu recompensa por informações — Foto: Nixon Frank/Rede Amazônica

Família ofereceu recompensa por informações — Foto: Nixon Frank/Rede Amazônica

A família do professor faz uma mobilização pela cidade para tentar encontrá-lo. Ele desapareceu na noite do dia 25 de agosto, após estacionar o carro na frente da casa de uma irmã, no bairro Congós, Zona Sul de Macapá.

Os parentes informaram que este local foi o último registro de câmeras que conseguiram dele. Após estacionar na Avenida 16ª dos Congós, ele seguiu andando em direção à Rua Claudomiro de Moraes e não foi mais visto.

Segundo a família, ele tem sofrimentos psicológicos desde 2021, após um problema familiar. Para encontrá-lo, foi oferecida uma recompensa para quem repassasse informações concretas sobre o professor.

Por Marcelle Corrêa

Fonte: G1-AP


O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos