Foto: Polícia Civil / Lucas Brito

Padrasto é preso acusado por estupro das 3 enteadas; Mãe era conivente

Segundo as investigações do caso, o infrator abusava das meninas de 9, 7, e 5 anos de idade. Os abusos sexuais ocorreram durante anos, iniciando com a mais velha que era obrigada a praticar o ato para alimentar a si e as irmãs. O crime ocorreu no município de Ferreira Gomes.

Nesta quinta-feira (06), a Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia de Polícia de Ferreira Gomes, cumpriu mandado de prisão de duas (02) pessoas acusadas pela prática do crime de Estupro de Vulnerável.

De acordo com o Delegado Felipe Rodrigues, “as investigações iniciaram a partir do recebimento do relatório do Centro de Referência Especializado de Assistência Social- CREAS, informando sobre os abusos sexuais de três (03) crianças com 9, 7 e 5 anos de idade, que tinham sofrido por parte do padrasto e, que a genitora das crianças era conivente com os fatos”, explicou o delegado.

Ainda segundo o delegado, as investigações apuraram, que os abusos sexuais ocorreram durante anos e que a filha mais velha foi quem mais sofreu, tendo em vista que, a prática inicialmente era realizada em troca de comida quando a mesma tinha apenas 5 anos de idade. Ela era obrigada a ter conjunção carnal bem como diversos atos libidinosos com o infrator para poder se alimentar e alimentar suas irmãs menores, e na medida em que as irmãs foram crescendo, também se tornaram vítimas do infrator.

Diante dos fatos o delegado representou pela prisão do casal com intuito de resguardar a vida dessas crianças.


O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos