Foto: Polícia Civil

Homem é investigado por matar cães de uma empresa motivado por vingança

Em depoimento, ele alegou que os cachorros teriam matada alguns frangos de sua criação.


Na tarde desta quarta-feira, 25, a Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da Delegacia de Polícia de Porto Grande, prendeu um homem, de 42 anos de idade, investigado por matar cachorros de uma empresa, motivado por vingança.

De acordo com o Delegado Bruno Braz, as investigações apontam que o investigado deu comida envenenada para cinco cachorros, sendo que, três deles, agonizaram até a morte, o que foi confirmado por testemunhas. Há suspeita de que o investigado tenha, também, atirado contra um dos animais.

"Em depoimento, o investigado alegou que os cachorros teriam matado alguns frangos de sua criação e, como não foi ressarcido, resolveu matá-los. Para isso, ele fez uma mistura de água oxigenada, pimenta e água sanitária, mas no local foi encontrado uma embalagem de veneno. Hoje, cumprimos mandado de prisão preventiva em desfavor do investigado, bem como mandado de busca e apreensão na casa dele. Com o material apreendido, abre-se uma nova fase da investigação que visa apurar a participação de outras pessoas em crimes de maus-tratos aos animais praticados de forma habitual e no exercício de atividade comercial", disse o Delegado.

Se condenado, o investigado pode receber pena de reclusão, de 2 a 5 anos, pela prática do crime de maus-tratos aos animais.

O homem preso será encaminhado à audiência de custódia.

Publicidade



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos