Desembargadores Adão Carvalho, Mário Mazurek e Jayme Ferreira, respectivamente, como Presidente, Vice-Presidente e Corregedor-Geral de Justiça do TJAP

Novos dirigentes: Desembargadores Adão Carvalho, Mário Mazurek e Jayme Ferreira tomam posse

O Tribunal de Justiça do Amapá empossou nesta sexta-feira, o novo Presidente, o Vice-Presidente e Corregedor-Geral de Justiça.


O Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) realizou nesta sexta-feira (03 de março), a Cerimônia de Posse dos Novos Dirigentes para o Biênio 2023-2025. No evento foram empossados os desembargadores Adão Carvalho, Mário Mazurek e Jayme Ferreira, respectivamente, como Presidente, Vice-Presidente e Corregedor-Geral de Justiça do TJAP, o palco foi o Auditório do Cartório da 10ª Zona Eleitoral de Macapá (localizado na Avenida Maria Cavalcante de Azevedo Picanço, s/n, Infraero). A Cerimônia teve transmissão ao vivo pelo Canal no YouTube, Facebook, TV Unifap/TV Justiça AP (canal 1.1). 

Os desembargadores Adão Carvalho e Mário Mazurek chegaram ao desembargo por meio da carreira da magistratura amapaense, aprovados no 1º Concurso para provimento de cargo de juiz do TJAP e empossados em 05 de outubro de 1991. Enquanto Adão Carvalho é natural do Rio de Janeiro, Mário Mazurek nasceu no Rio Grande do Sul, mas ambos adotaram o Amapá como lar e missão profissional há 32 anos.

Já o desembargador Jayme Ferreira, natural de São Paulo, foi aprovado no 1º concurso para promotor do Ministério Público Estadual do Amapá, empossado em 1991. Com carreira ministerial seguida em paralelo aos dois colegas de posse, ascendeu ao desembargo em fevereiro de 2021 pela regra do quinto constitucional destinada ao Ministério Público do Estado.

Conheça abaixo um pouco da biografia de cada magistrado:

Publicidade

Veja fotos


Adão Carvalho, nascido em Petrópolis (Rio de Janeiro), militou em sua carreira de magistrado como juiz titular das Comarcas de Oiapoque, Ferreira Gomes, Laranjal do Jari e Santana até chegar à capital. Ascendeu, por merecimento, ao cargo de Desembarg

Mário Mazurek teve carreira de juiz, inicialmente como titular da Comarca de Laranjal do Jari, de outubro de 1991 a maio de 1992, atuou como juiz auxiliar na Comarca de Macapá de maio de 1992 a dezembro de 1993. Chegou rápido à capital, titularizado

Jayme Ferreira, nascido em Ourinhos (São Paulo), foi aprovado no 1º Concurso Público de Provas e Títulos para o Cargo de Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Amapá em 1991. Nomeado em 01 de novembro de 1994, para o Cargo de Promotor



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos