Tarifa dos ônibus convencionais da linha Macapá/Santana não sofrerá reajuste

A medida tomada foi feita a pedido do governador do estado, Clécio Luis. Também, não será aplicado os 25% na tarifa de Mazagão, será reajustada para R$ 7, respectivamente outras linhas de Mazagão.


Atendendo um pedido do Governo do Estado, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) anunciou no final da tarde desta sexta-feira, 17, que a tarifa dos ônibus convencionais da linha Macapá – Santana não sofrerá reajuste até 1º de janeiro de 2024 ou se ocorrer algum reajuste de caráter exorbitante no óleo diesel. Somente os ônibus do tipo executivo, com ar condicionado e wifi, que passarão de R$ 4,50 a R$ 5 a tarifa.

Outra medida foi não aplicar neste momento o percentual de R$ 25% na tarifa de Mazagão. A tarifa das linhas Mazagão Novo – Macapá e Carvão – Mazagão – Macapá, que atualmente é de R$ 6,50 e que reajustaria para R$ 8, ficará em R$ 7, mas somente a partir de 1º de abril. Já a linha Mazagão Velho – Macapá, que cuja tarifa custa R$ 13, e que passaria para R$ 16, ficará em R$ 14, também somente a partir de 1º de abril.

A medida não atinge as linhas intermunicipais rodoviárias. Todas sofrerão reajuste, mas somente a partir de 20 de março e os valores atualizados estarão fixados no Terminal Rodoviário de Macapá.

O reajuste é fruto do desfecho de processo judicial que tramitava desde 2017 na 3ª Vara Cível e de Fazenda Pública cuja audiência de conciliação ocorrida ainda em novembro do ano passado estabeleceu um calendário tarifário para março de cada ano.

No processo o Setap pedia o reajuste da tarifa Macapá – Santana para R$ 6. O Estado, na época, aceitou repor as perdas inflacionárias com base no IPCA e o valor apurado foi de R$ 5. Atualmente a tarifa é de R$ 4, valor que passou a viger em outubro do ano passado e que se manterá até janeiro do ano que vem, atendendo pedido do governado Clécio Luís.

 

Fonte: Setap

Publicidade



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos