Foto: Freepik
NBI: Inovação tecnológica auxilia na precisão diagnóstica da saúde vocal

NBI: Inovação tecnológica auxilia na precisão diagnóstica da saúde vocal

Voice Center, do Hospital Paulista, é um dos pioneiros na implementação da tecnologia Narrow Band Imaging no Brasil


Criado em 1994, o Voice Center do Hospital Paulista é referência no Brasil, oferecendo exames modernos e cursos especializados na área de otorrinolaringologia. Além de consultas para pacientes que apresentam problemas específicos de voz e laringe, ele dispõe de exames endoscópicos detalhados, videolaringoscopia para exame admissional de profissionais da voz e check-up endoscópico para auxiliar o otorrino e o fonoaudiólogo a estabelecerem o diagnóstico de seus pacientes.

No último ano, o Voice Center adquiriu também a tecnologia NBI (Narrow Band Imaging), que é uma ferramenta de diagnóstico que usa filtros de luz de banda estreita específicos para aumentar o contraste entre tecido normal e anormal.

O sistema NBI, conforme o Dr. Rui Imamura, otorrinolaringologista do Hospital Paulista e membro do corpo diretivo do Voice Center, permite melhorar a precisão diagnóstica de algumas doenças e funciona iluminando o tecido com comprimentos de onda específicos de luz, seletivamente absorvidos pela microvasculatura do tecido.

O especialista explica que o exame endoscópico utiliza a luz normal, chamada de luz branca, enquanto o NBI tem uma faixa de luz específica, entre o azul e o verde, que realça os vasos sanguíneos.

“Quando utilizamos a luz branca, a visibilização dos vasos se confunde com os tecidos ao redor, mas, quando utilizamos o NBI, o vaso fica destacado. Essa é uma tecnologia que permite ao examinador avaliar melhor os pequenos vasos que existem em cada lesão. Desta forma, pode ser útil no diagnóstico de lesões ativas metabolicamente, que são ricas em vasos, como tumores”, pontua.

O especialista complementa que os comprimentos de onda específicos da luz usados pelo NBI são absorvidos pela hemoglobina nos vasos sanguíneos, aumentando o contraste entre o tecido normal e o anormal. O tecido normal aparece escuro sob iluminação NBI, enquanto o tecido anormal parece mais brilhante devido ao aumento do fluxo sanguíneo e do número de vasos.

“Essa visualização aprimorada pode aumentar a precisão diagnóstica das lesões laríngeas, ajudar a definir a extensão da lesão e reduzir a necessidade de biópsia. O sistema NBI é uma ferramenta valiosa na avaliação de lesões laríngeas”, reitera.

A tecnologia tem sido utilizada para diagnosticar diferentes lesões, incluindo câncer de laringe, lesões pré-cancerosas (leucoplasia), papilomas e pólipos.

Sobre o Hospital Paulista de Otorrinolaringologia

Fundado em 1974, o Hospital Paulista de Otorrinolaringologia, possui mais de 40 anos de tradição no atendimento especializado em ouvido, nariz e garganta e durante sua trajetória, ampliou sua competência para outros segmentos, com destaque para Fonoaudiologia, Alergia Respiratória e Imunologia, Distúrbios do Sono, procedimentos para Cirurgia Cérvico-Facial, bem como Buco Maxilo Facial.

Em localização privilegiada, a 300 metros da estação Hospital São Paulo (linha 5-Lilás) e a 800 metros da estação Santa Cruz (linha 1-Azul/linha 5-Lilás), possui 42 leitos, UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 10 salas cirúrgicas, realizando em média, mensalmente, 500 cirurgias, 7.500 consultas no ambulatório e pronto-socorro e, aproximadamente, 1.500 exames especializados.

Referência em seu segmento e com alta resolutividade, conta com um completo Centro de Medicina Diagnóstica em Otorrinolaringologia, assim como um Ambulatório de Olfato e Paladar, especializado no diagnóstico e tratamento de pacientes com perda total ou parcial dos sentidos. Dispõe de profissionais de alta capacidade oferecendo excelentes condições de suporte especializado 24 horas por dia.


Por Missieli Rostichelli

Publicidade



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos