Membros do MP-AP participam da eleição da diretoria da AMPAP

Membros do MP-AP participam da eleição da diretoria da AMPAP



Procuradores e promotores de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP) participaram nesta segunda-feira (4), da eleição da diretoria e Conselho Fiscal da Associação dos Membros do Ministério Público do Amapá (AMPAP), para o biênio 2024-2026. O promotor de Justiça José Cantuária Barreto foi reconduzido ao cargo de presidente, tendo como vice-presidente eleita, a promotora de Justiça Fábia Regina Rocha Martins, na primeira votação eletrônica para escolha dos dirigentes da entidade de classe.

Os associados, ativos e inativos, puderam participar votando de qualquer lugar, por meio do Sistema Votus, no horário das 9h às 13h, com a colaboração da equipe do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI/MP-AP). Foram duas votações distintas, uma para a Diretoria e outra para o Conselho Fiscal, nesta com a escolha de até 5 candidatos para as 5 vagas disponíveis. 

José Barreto assume pela 5ª vez a presidência da Ampap, compondo chapa, além da vice-presidente Fábia Regina Martins, com os promotores e promotoras de Justiça: Manoel Edi Aguiar Junior (1º Secretário), Marcela Balduino Carneiro (2ª Secretária) e Gisa Veiga Chaves (Tesoureira). Para o Conselho Fiscal foram eleitos os promotores de Justiça Miguel Angel Montiel Ferreira; João Paulo de Oliveira Furlan; Horácio Luis Bezerra Coutinho; Ricardo Crispino Gomes; e Eduardo Kelson Fernandes De Pinho

Para o presidente reeleito da Ampap, em um rápido retrospecto destacou que: “apesar das dificuldades que o Ministério Público brasileiro enfrentou nos últimos anos, temos conseguido, através da união das associações de classe do país, minimizar perdas e contabilizar algumas conquistas, com a compreensão da administração superior do nosso MP, sempre sensível às nossas causas”.

Barreto ressaltou que no âmbito legislativo, as entidades que integram a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP) vêm se desdobrando para viabilizar a aprovação de proposições que asseguram direitos da classe. No campo social, mesmo com as limitações financeiras em razão do quadro reduzido de membros, registrou que a AMPAP teve bons avanços na infraestrutura da sede, fruto do esforço de todos para proporcionar momentos de lazer aos associados.

“Muito embora o processo eleitoral conte com apenas uma chapa inscrita, além de cinco candidatos ao Conselho Fiscal, a participação dos associados é de grande relevância, de forma a legitimar a Diretoria e Conselho Fiscal que estarão à frente da nossa associação nos próximos dois anos, defendendo os nossos direitos. A participação é imprescindível para que sigamos integrando uma entidade de classe sempre forte e unida”, pontuou Barreto, que finalizou agradecendo ao apoio da administração superior do MP-AP e equipe do Departamento de TI.

O procurador-geral de Justiça do MP-AP, Paulo Celso Ramos, participou da votação e destacou o trabalho da AMPAP na defesa das prerrogativas constitucionais dos seus associados. 

“Parabéns ao presidente José Cantuária Barreto e todos os eleitos. Estamos à disposição para contribuirmos com o fortalecimento institucional e da nossa associação de classe”, manifestou Paulo Celso Ramos.

 

Por Gilvana Santos
*Com informações AMPAP




O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos