Crédito da Imagem: shutterstock
Vídeo de jornalista viraliza ao abordar entrevista do governador do Amapá sobre exploração de petróleo

Vídeo de jornalista viraliza ao abordar entrevista do governador do Amapá sobre exploração de petróleo

Eduardo Oinegue destaca dificuldades enfrentadas pelo estado e critica demora na liberação para exploração da costa amapaense


Um vídeo divulgado pelo jornalista Eduardo Oinegue, da Band News, viralizou nas redes sociais ao comentar uma entrevista do governador do Amapá, Clécio Luiz, concedida ao jornal O Globo. Na entrevista, o governador discutiu a longa espera de 11 anos para uma definição sobre a exploração de petróleo na costa do Amapá, destacando a urgência de tal decisão para o desenvolvimento do estado.

Oinegue abordou diversos temas mencionados pelo governador, como o baixo índice de desenvolvimento humano (IDH), a renda per capita, e a precariedade do saneamento básico no Estado. Ele ressaltou que, enquanto a Guiana Francesa já está colhendo os frutos da exploração de petróleo, rendendo milhões em royalties, o Amapá ainda luta para obter a autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para iniciar suas próprias operações.

Na entrevista, o governador Clécio Luiz enfatizou o desejo do estado de produzir petróleo de maneira responsável, sem ignorar a presença humana na floresta.

“Quero poder produzir petróleo, mas não de qualquer jeito. Não podemos esquecer a presença humana na floresta. Queremos o direito de viver com dignidade”, afirmou o governador.

O jornalista criticou a demora do Ibama, que está sob a responsabilidade da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, em liberar a exploração, destacando que a área em questão deveria ser chamada de Bacia do Amapá, e não Foz do Amazonas. Segundo Oinegue, a exploração de petróleo poderia transformar economicamente o Amapá, elevando seu PIB e melhorando a qualidade de vida da população, que atualmente enfrenta grandes desafios sociais. Veja o vídeo abaixo.

 

Por Marcio Bezerra




O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos