Viagem ao fim do mundo


Está escancaradamente aberta a temporada ao fim do mundo. A viagem é grátis, sem também a exigência de alimento não perecível. Para embarcar, basta ter imaginação fértil, destreza para distorcer as mensagens bíblicas e sempre querer e torcer para o pior, além de acreditar em falsos profetas.

A viagem para o fim do mundo é financiada pelo serial killer novo coronavírus, que até à tarde de quinta-feira, 30 de abril, já tinha matado 231 mil pessoas em todo o mundo. Esse mal, além de infelicitar milhares e milhares de famílias, ceifando vidas à larga, vem despertando ilusões e pensamentos sinistros, assim como emoções carregadas de impotência e terror.

 O coronavírus, causador da covid 19, nada mais é do que uma mutação genética letal de mesmo organismo acelular conhecido desde 1968, pelo menos, e que pela sua versão assassina atual acopla o termo novo no nome. Esse negócio não tem nada a ver com as sete pragas derramadas de cálices conduzidos pelos sete anjos do Apocalipse da Bíblia.

O momento é de orações coletivas ou individuais, elevadas para o Deus Criador do Céu e da Terra, tendo Jesus Cristo como Intercessor, à Luz do Espírito Santo. Orações para que a Santíssima Trindade cubra pesquisadores com os dons da sabedoria, inteligência, entendimento e ciência para que descubram, já, um antídoto para conter o inimigo número da humanidade ora em ação.

Mas é bom que se preste atenção no que em 2008 previu a escritora Sylvia Browne no livro de sua autoria ‘Fim dos dias: previsões e profecias sobre o fim do mundo’. Está na obra que por volta do ano de 2020 uma doença grave do tipo pneumonia se espalharia por todo o mundo, atacando os pulmões e brônquios e resistindo a todos os tratamentos conhecidos.

O livro também diz que “Quase mais desconcertante do que a própria doença será o fato de que ela desaparecerá tão rapidamente quanto chegou, atacará novamente dez anos depois e desaparecerá completamente”. Então, é o caso de todos dizermos em coro: Vá se cola!  
 


Douglas Lima

Douglas Lima

douglasjaty@hotmail.com
Jornalista e radialista



O que achou deste artigo?