Festejos na Copa do Mundo: uso de fogos, equipamentos eletrônicos e decorações exige cuidado e prevenção

Produtos de seguros oferecem proteções e coberturas para incêndios e acidentes

O Campeonato Mundial de Futebol, mais conhecido por Copa do Mundo, já começou e em breve o time do Brasil entra em campo. O evento mexe com os ânimos de todos os brasileiros, que se preparam para assistir aos jogos quer seja em casa, reunindo familiares e amigos, ou em festas temáticas. No entanto, apesar de ser um período de alegria e torcida, é preciso ter cuidado para a comemoração não se transformar em dor de cabeça.

Isso porque o número de acidentes com fogos de artifício ou com bandeirinhas penduradas em locais inadequados, danos e incêndios causados por curtos-circuitos, entre outras situações, pode ser potencializado nesta época. Para proteger a população, o mercado de seguros possui um amplo portfólio de produtos e serviços para os mais diversos tipos de riscos.

De acordo com Alex Darlan, representante do Sindicato das Seguradoras Norte e Nordeste (Sindsegnne), em casos de incidentes com danos corporais, o mercado dispõe de opções para os clientes. "Os produtos de Seguros de Vida/Acidentes Pessoais permitem a contratação de coberturas como DMHO – Despesas Médicas Hospitalares e Odontológicas em consequência de acidentes, proporcionando o reembolso destas despesas até o limite de valor contratado, além das garantias por Invalidez Permanente por Acidente, Morte Acidental e Diárias por Internação Hospitalares, entre outras”, completa.

Já com relação aos danos materiais, o especialista acrescenta que nos produtos de Seguro Residencial, Seguro Empresarial e Seguro de Condomínio existe a cobertura para eventos ocasionados por curtos-circuitos, incêndios ao imóvel e danos ao conteúdo do local segurado, por exemplo. “Além disso, os seguros citados possuem vários serviços agregados oferecidos através da assistência 24 horas”, diz.

No entanto, é preciso ficar atento, pois todos os sinistros são submetidos à análise por parte das seguradoras. “Fabricar ou soltar fogos dentro de casa e armazenar produtos explosivos em locais inadequados são algumas situações que podem inviabilizar o uso do seguro”, completa.

É importante que o segurado tenha atenção, também, para a prevenção de alguns acidentes. “Com relação aos fogos de artifício, o indicado é seguir à risca as orientações do fabricante presentes na caixa, adquirir produtos com procedência, não lançar em direção a pessoas, fios e locais inflamáveis e não tentar reutilizar fogos que falharam”, diz Alex Darlan.

Ele completa, ainda, que é indicado ter atenção com os eventos de danos elétricos durante os jogos. Equipamentos eletrônicos como sons e televisores devem ser instalados em locais secos e abrigados de água. “E não se deve instalar enfeites, como bandeirinhas, próximos da fiação da rede elétrica”, finaliza.

Seguro também para festas

Durante a Copa do Mundo, acontecem muitas festas, públicas e privadas, que unem a transmissão dos jogos e apresentações musicais, muitas vezes reunindo milhares de pessoas. E eventos como esse também estão passiveis de acidentes. Por isso, existem alternativas no mercado para quem organiza ações festivas do tipo e quer se proteger diante de imprevistos.

“Para proteger os realizadores de festividades diversas, o mercado segurador oferece o Seguro de Responsabilidade Civil para Eventos. O produto tem como objetivo reembolsar as indenizações, realizadas pelo segurado, para reparar danos materiais ou corporais causados a terceiros durante todas as etapas do evento. Dessa forma, garante cobertura contra acidentes que venham a ocorrer e, também, para imprevistos na montagem e desmontagem das estruturas ou em decorrência do fornecimento de alimentos e bebidas, por exemplo”, explica Reinaldo Henrique, representante do Sindicato das Seguradoras Norte e Nordeste (Sindsegnne).

Segundo o executivo, além das coberturas básicas, o mercado oferece diversas coberturas adicionais dentro do RC Eventos que podem ser incluídas na apólice, visando ampliar o nível de proteção ou atender necessidades mais específicas. “Entre elas, podemos citar: Acidentes pessoais, RC – Danos Morais, coberturas para equipamentos em exposição, fogos de artifícios, não comparecimento de artistas, cancelamento por eventos climáticos,  roubo de valores na bilheteria, entre outros”, finaliza.


O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos