Foto: Paulo César
TJAP participa da 1ª “Caminhada Pela Vida” contra o Câncer de Mama

TJAP participa da 1ª “Caminhada Pela Vida” contra o Câncer de Mama



Para alertar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, a Associação de Pacientes Oncológicos Unidos pela Vida e pelo Amor (Apouva), o Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) por meio da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (CEVID/TJAP), da Ouvidoria da Mulher, as Secretarias de Estado da Saúde, de Políticas para as Mulheres, Juventude e demais parceiros, realizaram na tarde desta quinta-feira (19),  a primeira “Caminhada pela Vida”, alusiva à Campanha Internacional do Outubro Rosa.

A caminhada – que saiu do Novo Trapiche Píer Santa Inês, seguiu pela orla da Capital até o prédio do Ministério Público Estadual (Praça da Samaúma), com retorno ao Píer – reforçou a importância do autoconhecimento e atenção às alterações suspeitas na mama, assim como as formas de prevenção do câncer e orientações para a realização de testes específicos para promoção conscientização e chamando a atenção da sociedade para o movimento outubro rosa.

“A ideia do Tribunal de Justiça é trabalhar o autocuidado e, no Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama, a Coordenadoria da Mulher do TJAP também está aqui para se juntar a esses parceiros para falar, para gritar, para caminhar pela vida no sentido de que as pessoas possam ver essa movimentação. Aqui tem pacientes que estão em tratamento, pessoas que já venceram o câncer e agora se doam à causa que é muito justa e nobre, presentes aqui para somar forças”, destacou Sônia Ribeiro, secretária da Coordenadoria da Mulher do TJAP.

A dona de casa, Maria Souza, há um ano foi diagnostica com câncer de mama e relata que ficou sem rumo, mas foi orientada a procurar ajuda. “Foi por meio dessas mulheres, que não perderam as esperanças, que encontrei o tratamento e hoje, um ano depois, graças a Deus estou curada. Por isso estou aqui participando desse evento e celebrando a Vida”, enfatizou.

De acordo com a presidente da Apouva, Léa Learte, “esse momento tem como objetivo aumentar a conscientização da comunidade local, nossos colaboradores e seus familiares sobre a doença. É imprescindível que as entidades públicas como o TJAP que sempre dá apoio para iniciativas como estas, nos ajudem a promover esse tipo de ações, esse tipo de campanhas, de construção do bem-estar social”, relatou.

 

Outubro Rosa

O movimento Outubro Rosa é celebrado anualmente e foi desenvolvido para compartilhar informações sobre o câncer de mama e, mais recentemente, câncer do colo do útero. A ideia é promover a conscientização sobre estas doenças e proporcionar mais acesso aos serviços de diagnóstico, tratamento e, assim, contribuir para a redução da mortalidade.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres, depois do câncer de pele, e também o que causa mais mortes. Apesar de raro, homens também podem ter câncer de mama, representando 1% dos casos, por isso, a conscientização deve servir para todos, independentemente do sexo ou gênero.

O INCA ainda informa que um em cada três casos de câncer pode ser curado se for descoberto logo no início, porém, por medo ou desinformação, as pessoas evitam o assunto e acabam atrasando o diagnóstico.

 

Por José Menezes

Publicidade



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos