Foto: Arquivo Secom
Concurso Público

Inscrições para o concurso da Polícia Militar iniciam em maio com 600 vagas imediatas

As provas objetivas estão previstas para 17 de julho. Os candidatos podem se inscrever no certame de 2 de maio a 3 de junho.

O governador, Waldez Góes, antecipou, nesta quinta-feira, 28, a publicação do edital do concurso para soldado combatente da Polícia Militar do Amapá (PM/AP), sob organização da Fundação Carlos Chagas (FCC). 

O documento prevê abertura de 2.500 vagas de cadastro reserva - o planejamento do Governo do Estado é iniciar a primeira turma de formação com 600 convocados aptos.

O período de inscrições para o certame é de 2 de maio a 3 de junho, com taxa de inscrição de R$ 100 e prova objetiva prevista para o dia 17 de julho, possibilitando que candidatos concorram também ao concurso do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP). 

A prova objetiva consiste na primeira fase do concurso da PM/AP e terá 60 questões, de caráter eliminatório e classificatório, com duração de 4 horas.

Serão cobrados conteúdos de Língua Portuguesa, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Penal, Noções de Direitos Humanos, Raciocínio Lógico e Matemática, Atualidades, História do Amapá e Geografia do Amapá.

O concurso também terá outras cinco fases: exame documental; avaliação física; avaliação psicológica; avaliação de saúde; e investigação social. Segundo o cronograma, a publicação do Resultado Definitivo da 1ª fase será no dia 30 de agosto.

CONFIRA O EDITAL AQUI

O governador Waldez sancionou, no mês de abril, a Lei Complementar nº 0139, que atualiza as exigências de escolaridade, idade e altura mínima para ingresso tanto na PM quanto no CBM. Pelas novas regras, o Executivo estadual amplia as oportunidades de participação no certame.

Entre os critérios que habilitam o candidato a concorrer, estão a exigência de, no ato da matrícula, ter ensino médio ou equivalente (antes, exigia-se nível superior) e ter a idade mínima 18 anos no ato de matrícula do Curso de Formação de Soldados e máxima de 30 anos no ato de inscrição no concurso. A altura mínima exigida, agora, é de, descalço e descoberto, 155 cm, para mulheres, e 160 cm para os homens, equiparadas às exigências das Forças Armadas.

Outra importante mudança ocorre sobre o Curso de Formação de Soldados, que passa a ser de nível superior, como Tecnólogo de Segurança Pública e Defesa Social. A remuneração bruta durante o curso de formação é de R$ 2.827,00 e, após a conclusão, já como soldado combatente, o provento inicial passa a ser de R$ 5.313,18 além do auxílio alimentação de R$ 500 e outros R$ 1.600 anuais de auxílio fardamento.

Estado Forte, Povo Seguro

Os concursos da PM/AP e do Corpo de Bombeiros fazem parte da política pública Estado Forte, Povo Seguro, que já destinou mais de 290 milhões em investimentos para o setor da segurança pública, resultado da parceria entre a Bancada Federal e o Governo do Estado. Entre as entregas, estão obras estratégicas, mais de 300 viaturas, armamentos, sistemas de rádio e comunicação e outras ações.

 

Por: Claudio Morais


O que achou desta notícia?