Foto: Polícia Civil
receptação qualificada

Homem é preso por ocultação do produto ilícito

Segundo o delegado Leonardo Alves, o acusado comprava diariamente fios de cobre, agia como receptador do material furtado. Foi preso em flagrante em sua residência com mais de 30 quilos do fio.

Nessa segunda-feira, 9, a Polícia Civil do Amapá, por meio da 4ª Delegacia de Polícia da Capital (4ª DPC) prendeu, em flagrante, um homem de 40 anos de idade, por receptação qualificada.

De acordo com o Delegado Leonardo Alves, a equipe da 4ª DPC estava investigando diversos furtos de fios de cobre ocorridos na região, quando obteve a informação de que esse sujeito era o receptador dos objetos furtados. Após investigação mais aprofundada se constatou a ocorrência de intensa prática de receptações pelo suspeito, de modo que houve a representação pela busca e apreensão na residência dele, que foi autorizada judicialmente e, devidamente cumprida, culminou na prisão em flagrante do investigado.

"Diariamente, o suspeito comprava fios de cobre, é um receptador desse material que é furtado durante as noites e madrugadas, causando grande transtorno para os moradores da cidade, já que ficam sem energia elétrica ou sem internet por vários dias quando os cabos são cortados. Na manhã de hoje, ao cumprirmos a busca e apreensão na casa dele, no bairro Congós, localizamos mais de 30 (trinta) quilos de fios de cobre armazenados/escondidos no local para posterior revenda, o que foi confirmado pelo investigado. Ele foi preso em flagrante em sua residência como incurso no crime de receptação qualificada, previsto no art. 180, §1º, do Código Penal, na modalidade de crime permanente, ocultação do produto ilícito. Continuaremos reprimindo firmemente as receptações, já que isso fomenta os crimes de furto e roubo", destacou o Delegado.

O homem preso será apresentado em audiência de custódia.


O que achou desta notícia?