92º Encontro de Corregedores-Gerais de Justiça no Maranhão

92º Encontro de Corregedores-Gerais de Justiça no Maranhão

Abordagem sobre Acesso à Justiça, Sistema Prisional e Gestão Processual


O corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), desembargador Jayme Ferreira, participa, em São Luís (MA), da 92ª Edição do Encontro do Colégio Permanente de Corregedoras e Corregedores-Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil (92ª ENCOGE). Iniciado na quarta-feira (4), o ENCOGE prossegue até sexta-feira (6), e debate estratégias inovadoras direcionadas para a ampliação do acesso à Justiça, melhoria do Sistema Prisional e aprimoramento da gestão processual. Também presentes no evento o juiz auxiliar da Corregedoria, André Gonçalves, e os servidores da CGJ/TJAP, Alessandro Tavares, Rafaela Smith e Talita Krein.

O simpósio, organizado pelo Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), conta com palestras, oficinas, painéis e debates. O evento reúne corregedores e corregedoras-gerais dos Tribunais de todo o país.

O corregedor-geral do TJAP ressaltou a importância do Encontro para a melhoria da atuação das Corregedorias do Poder Judiciário em âmbito nacional e local.

“Esse encontro é fundamental para a troca de experiências e alinhamento das ações das Corregedorias do Sistema de Justiça nacional. A Conferência fortalece o trabalho da magistratura e promove um diálogo construtivo em prol de resultados mais positivos sobre as pautas apresentadas, como acesso à Justiça, Sistema prisional e gestão processual. Essa interação é essencial para nossa atividade de aperfeiçoamento e acompanhamento. E também debatermos sobre soluções tecnológicas para o aprimoramento de nossas unidades”, destacou o desembargador Jayme Ferreira.

O desembargador-corregedor também ressaltou que na sexta-feira, 6, será realizada a 4ª Reunião do Fórum Fundiário Nacional (FFN) - “Governança Fundiária, Sustentabilidade e Multiculturalismo”.

 “Será uma oportunidade, não apenas para o compartilhamento de experiência conhecimento, mas também um momento para  debater soluções para os problemas fundiários comuns aos Estados e melhoria da gestão fundiária”.

 

 

Por Elton Tavares e Bernadeth Farias

Publicidade



O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos