Foto: Gabriel Maciel/Sesa
Amapá amplia espaço para atendimento de pacientes com dengue no Hospital de Oiapoque

Amapá amplia espaço para atendimento de pacientes com dengue no Hospital de Oiapoque

Ação faz parte da força-tarefa do Estado para auxiliar o município, que registra aumento dos casos da doença.


O Governo do Amapá ampliou a capacidade de atendimento a pacientes com sintomas da dengue no Hospital Estadual de Oiapoque, com adaptação de uma sala do ambiente. Ainda na quinta-feira, 1º, o governador, Clécio Luís, decretou situação de emergência no município, após aumento de casos de dengue, infecção viral causada pelo mosquito aedes aegypti.

Segundo a diretora do hospital, Natália Coutinho, o novo espaço irá proporcionar mais agilidade aos atendimentos. O local possui 10 poltronas para a observação clínica dos pacientes e a administração de medicações.

“A adequação do nosso espaço físico é um apoio muito importante para garantir um atendimento mais rápido. No hospital, realizamos exames, a hidratação dos pacientes e a administração de medicações que amenizam os sintomas da doença. Agora, esse processo vai acontecer em um espaço mais organizado e acolhedor”, explicou Natália.

Ainda de acordo com a diretora, de dezembro de 2023 a janeiro de 2024, foram realizados 3.500 atendimentos, sendo que 80% desse quantitativo se refere a pacientes com sintomas da dengue. Do total de pessoas atendidas, 36 precisaram de internação.Mais suporte

A secretária de Estado da Saúde, Silvana Vedovelli, detalha que o hospital também recebe mais medicamentos e reforço nas equipes médicas e de enfermagem.

“Além das adaptações no hospital também teremos o reforço de profissionais e de medicamentos para dar conta da demanda dos atendimentos. Se todos se unirem no mesmo propósito, Oiapoque terá menos registro de casos”, afirma Silvana.

A maioria dos casos de dengue em Oiapoque é provocada pelo vírus D3 (dengue hemorrágica). Um óbito pela doença foi registrado na região na segunda quinzena de janeiro, o que não ocorria desde 2019.

Quem utiliza os serviços do hospital aprova as mudanças. A comerciante Graça Dourado procurou ajuda médica nos primeiros sintomas.

“Primeiro veio a febre, como não melhorei, vim pro hospital e fui bem atendida, me trouxeram para essa sala e agora estou esperando terminar a medicação. Aqui é bem melhor”, relata Graça.Reforço na imunização

A vacinação foi intensificada no município pela Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS). Foram disponibilizadas doses de imunizantes contra a Covid-19 e a Influenza, além de consultas e procedimentos médicos.

Força-tarefa

O Governo do Amapá iniciou uma grande ação de enfrentamento da dengue no município de Oiapoque, com mais de 300 pessoas envolvidas em atividades de vacinação, testagem, limpeza da cidade, retirada de entulho, borrifação de inseticidas nas casas e ruas, e conscientização dos moradores.

A ação também inclui a distribuição de mais de 3,1 mil kits de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade social. Além da alta nos casos de dengue, a cidade enfrenta as consequências sociais e econômicas da estiagem e pragas nas plantações de mandioca, base da alimentação indígena.

 

 

Por: Jamile Moreira

Publicidade

Veja fotos

Foto: Gabriel Maciel/Sesa

Foto: Gabriel Maciel/Sesa

Foto: Gabriel Maciel/Sesa

Foto: Gabriel Maciel/Sesa




O que achou desta notícia?


Cursos Básicos para Concursos